quarta-feira, 3 de maio de 2017

“Contos Negreiros do Brasil”, que estreia dia 12 de maio, na Sala Multiuso do Sesc Copacabana, leva o público a presentificar índices estatísticos, contextualizados com cenas que reproduzem dores, paixões, medos, alegrias e angústias. A carne negra é exposta em suas dimensões e experiências reais, sociais e culturais. Um espetáculo documentário sobre a condição real e atual da negra e do negro no Brasil; seja o jovem estudante, o gay negro, a negra hipersexualizada pela sociedade, o menor infrator, a prostituta e a idosa.

Os personagens veem as cenas por meio das estatísticas apresentadas pelo sociólogo e filósofo Rodrigo França, com dados atuais que são expostos para plateia. Os atores Li Borges e Milton Filho interpretam todos os personagens contidos nos 12 contos do livro Contos Negreiros, de Marcelino Freire.

FICHA TÉCNICA

Texto: Marcelino Freire

Um espetáculo de Fernando Philbert, Li Borges, Milton Filho e Rodrigo França

Direção musical: Maíra Freitas

Elenco: Line Borges, Milton Filho e Rodrigo França

Cenário e Figurino: Natália Lana

Iluminação: Vilmar Olos

Produção: Sergio Canizio

Realização: Diverso, Cultura e desenvolvimento.

SERVIÇO

Temporada: 12 de maio e 04 de junho de 2017, de sexta a domingo

Horário: Sextas e sábados, às 19h, e domingos, às 18h

Local: Sala Multiuso do Sesc Copacabana

Ingressos: R$25,00 (inteira), R$12,00 (meia) e R$6,00 (associado do SESC),

Classificação indicativa: 14 anos

Duração: 70 minutos

Lotação: 50 lugares

Gênero: Drama

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário

Lançamento

Lançamento
Escrito por Teresa Montero, biógrafa de Clarice Lispector, com orelha por Sergio Fonta e depoimentos de inúmeros artistas, como Malu Mader e Tony Ramos, Wal Schneider e sua equipe lançam o livro que marca os 10 anos de No Palco da Vida.

Lançamento

Lançamento
A obra trata-se de uma antologia poética que reúne 91 poetas de diversos países que falam o idioma português, como Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique e Portugal, além do Brasil. O livro conta ainda com a quarta capa de Pepetela, o maior escritor de África.

Lançamento

As mais lidas

Super Click

Super Click
crédito: Lia Amorelli

Google+ Nossos Seguidores

Twitter