quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Corda toca Piazzolla na Sala Cecília Meireles

https://www.youtube.com/watch?v=W2L_XuuDtuQ

A faceta erudita/jazzistica do compositor Astor Piazzolla será exaltada no concerto do grupo Corda, dia 3 de fevereiro, às 20h, na Sala Cecília Meireles, O grupo tem uma formação inusitada de violoncelo, violino, contrabaixo, piano e bateria. Os búlgaros Emilia Valova, violoncelo, e Nikolay Sapoundjiev, violino, se juntam ao trio de piano, Ana Beatriz Azevedo, contrabaixo, Lipe Portinho, e ao baterista André Tandeta.

O repertório foi adaptado do original para a formação de Corda por Ana Azevedo e Lipe Portinho, dois conhecidos arranjadores cariocas que estão à frente de grupos como: Tutti, Gravíssimo Bass Ensemble e Orquestra de Bolso. “Apesar da existência de um grande violinista no Corda, quase todas as composições foram “desconstruídas” para que o violoncelo pudesse estar no colorido das obras - não só no lugar do bandoneon, mas várias vezes também como solista das partes de violino”, explica o líder do grupo, Lipe Portinho.

A formação erudita do violino e do violoncelo – Nikolay e Emilia são músicos búlgaros que integram a OSB – acentua a vivência do próprio Piazzolla que, em sua trajetória rumo ao tango, passou pelo jazz e bebeu muito na fonte da música erudita. Quando criança, Piazzolla aprendeu piano com o húngaro Bela Wilde, discípulo do compositor Rachmaninoff e, já adulto, teve sua formação marcada pelos ensinamentos da professora francesa de harmonia, Nadia Boulanger. Reza a lenda, inclusive, de que foi Nadia quem apontou ao artista o rumo definitivo do tango afirmando que era nesse estilo que residia o verdadeiro Piazzolla. Após o período em Paris, Piazzolla passa a salientar o naipe de cordas em suas composições de tango e deixa sua marca indiscutível no mundo.

ROTEIRO


P R O G R A M A
Verano Porteño
Otono Porteño
Invierno Porteño
Primavera Porteña
Kicho
Oblivion
Scualo
Romance Del Diablo
Retrato de Milton
Muerte Del Angel
Adiós Noniño

Ingressos: R$ 40,00
Horário: 20h
Data: 03 Fevereiro - sexta-feira
Local: Sala Cecília Meireles - Largo da Lapa, 47 Centro 2332-9223/2332-9224
Ingressos: disponíveis na bilheteria da Sala Cecília Meireles ou através do site www.ingressorapido.com.br

Ana Azevedo – piano
Começou a estudar aos seis anos de idade e aos dezoito anos foi para o Montgomery College, em Washington D.C., onde estreou profissionalmente no musical Evita e na Montgomery College Big Band. De volta ao Brasil, tocou com a Rio Jazz Orchestra e com Robertinho Silva, Adriano Giffoni, Bruce Henry, Ronaldo Diamante, Daniel Garcia, o grupo Azymuth, Barrosinho e Roberto Menescal. Em 2001 se apresentou no Festival de Búzios com Stanley Jordan.. Gravou em 2009 o primeiro CD de seu quarteto Tutti, e em 2010 também o seu primeiro CD solo, A Tempo, lançado quando Ana completou 20 anos de carreira.

Nikolay Sapoundjiev– violino
Nikolay sapoundjiev começou seus estudos aos 6 anos na sua cidade natal Plovdiv. É mestre pela Academia Nacional de Musica "Pancho Vladiguerov" na cidade de Sofia Bulgaria Desde 1997 vive e trabalha no Rio de Janeiro como violista da OSB.

Emilia Valova – cello
Emilia Valova e formada com mestrado pela Academia Nacional de musica " Pancho Vladigerov" - Sofia Bulgaria. Trabalhou na Amazonas Filarmônica em Manaus, atualmente tem atuado como spalla dos violoncelos na OSESP e na OSB.

Lipe Portinho – contrabaixo
Começou seus estudos aos 10 anos de idade, tendo sido aluno do violonista Leo Soares e dos contrabaixistas Omar Cavalheiro e Sandrino Santoro. Também foi aluno de regência do Maestro Roberto Tibiriçá. Graduado em contrabaixo pela UFRJ. Tocou 10 anos no naipe da Orquestra Petrobrás Sinfônica e depois com nomes como: Paulo Sergio Santos, Henrique Cazes, Tim Rescala, entre muitos outros. Como arranjador é especialista em grandes orquestras e já escreveu e dirigiu para Ana Botafogo, Abertura da Árvore de Natal da Lagoa, Prêmio O Globo “Faz Diferença”, Renato Aragão, Orquestra Petrobrás Sinfônica, Orquestra Sinfônica Brasileira, Camerata Gama Filho, Camerata Santa Teresa, Abertura da Missa de 100 de JK, etc. Foi Diretor Artístico da Sala Baden Powell de 2009 a 2011. Em 2014 lançou seu CD solo com composições próprias.

André Tandeta – bateria Andre Tandeta começou a tocar bateria aos 11 anos de idade e é musico profissional ha 35 anos . Nesse tempo tocou em shows, casas noturnas, gravações de discos, trilhas sonoras para cinema, teatro e televisão e tambem atuou como professor de bateria por mais de 25 anos. É Bacharel em Musica Popular Brasileira pela UNIRIO. Entre os artistas com quem ja tocou ao vivo e /ou gravou estão: Marcio Montarroyos, Victor Biglione, Ricardo Silveira,Wilson Das Neves, Mauro Senise, Wagner Tiso, Alberto Rosemblit,Jards Macale, Nana Caymmi, Ivan Lins, João Bosco, Boca Livre, Ze' Renato, Jane Duboc, Nelson Cavaquinho,Maria Bethania,Flavio Guimarães.


0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário

Lançamento

Lançamento
Escrito por Teresa Montero, biógrafa de Clarice Lispector, com orelha por Sergio Fonta e depoimentos de inúmeros artistas, como Malu Mader e Tony Ramos, Wal Schneider e sua equipe lançam o livro que marca os 10 anos de No Palco da Vida.

Lançamento

Lançamento
A obra trata-se de uma antologia poética que reúne 91 poetas de diversos países que falam o idioma português, como Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique e Portugal, além do Brasil. O livro conta ainda com a quarta capa de Pepetela, o maior escritor de África.

Lançamento

As mais lidas

Super Click

Super Click
crédito: Lia Amorelli

Google+ Nossos Seguidores

Twitter