terça-feira, 16 de junho de 2015

foto***   Maíra Barillo
Julio Cortázar para crianças – releitura de clássico do escritor argentino ganha adaptação infantil para os palcos

O Centro de Referência da Cultura Infância e o Teatro Maria Clara Machado recebem a estreia do espetáculo “Cronópio: as aventuras de um herói desajustado”, no sábado, dia 20 de junho. Livremente inspirada na obra do escritor argentino Julio Cortázar, a peça leva ao palco o universo fantástico do autor argentino em uma montagem contemporânea para crianças. “O teatro infantil não precisa ser didático, mas sim provocador”, aponta o diretor Diogo Villa Maior.

Baseada no clássico “Histórias de Cronópios e de Famas”, de 1962, o espetáculo recria a figura mítica de um dos personagens mais famosos do autor. A peça narra a saga do libertário Cronópio, que desafia um mundo de ordem e dribla todas as regras para fazer de sua vida uma experiência poética. “É um herói que faz uma viagem fantástica pelos espaços abertos deixados no dia-a-dia”, explica Diogo. “Cronópio é um grito de liberdade, imaginação e criatividade.”

O diretor trabalhou com propostas contemporâneas para atingir a sensorialidade do público. “O desafio foi investir mais na visualidade, na sonoridade e nos corpos dos atores, e menos na palavra falada”, revela. “Geralmente vemos esse tipo de proposta nos espetáculos adultos, mas as crianças são mais inteligentes do que imaginamos.”

A direção de arte, assinada pelo cenógrafo e figurinista Ronald Teixeira, trabalha com elementos que se inspiram em vanguardas artísticas que vão dos ready-mades de Duchamp à Bauhaus alemã. “Usamos desde equipamentos de proteção industrial a materiais de esportes de alto risco”, conta Ronald, que já ganhou prêmios como Shell e o Zilka Salaberry, de teatro infantil. “É uma composição múltipla, porque o espírito de Cortázar inspira essa coexistência de formas.”

A peça é a terceira montagem da Quesquecé Companhia de Teatro, e foi contemplada pelo II Programa de Fomento à Cultura Carioca, da Secretaria Municipal de Cultura. O grupo completa oito anos com seu primeiro espetáculo para crianças. “A vontade de dar um tratamento infantil ao livro veio desse olhar inquieto que o Cortázar propõe, subvertendo a vida para se aproximar dela”, explica a atriz Camila Costa, uma das fundadoras da

Quesquecé. “É como o olhar da criança, que insiste em perguntar e não se conforma com o que já está dado.”

A dramaturgia do espetáculo foi criada em processo colaborativo. A trilha original é assinada pela dupla Fernando Katullo e Tarso Gusmão.

Serviço

“Cronópio: as aventuras de um herói desajustado”

Local: Teatro Municipal Maria Clara Machado (Planetário da Gávea)

Endereço: Av. Padre Leonel Franca, 240, Gávea. Tel.: (21) 2274 7722

Horário: sábados e domingos, às 17h

Valor: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)

Duração: 60 minutos

Classificação: Livre (recomendado para maiores de xx anos)

Bilheteria: quarta a domingo, a partir das 14h

Capacidade: 138 lugares

Estacionamento pago no local

Temporada: de 20 de junho a 02 de agosto

Sinopse reduzida

Livremente inspirado na obra de Julio Cortázar. A saga do libertário Cronópio, que desafia um mundo de ordem e dribla todas as regras para fazer de sua vida uma experiência poética.

Ficha técnica

Direção geral: Diogo Villa Maior

Assistência de direção: Ricardo Cabral

Dramaturgia: criação coletiva

Elenco: Camila Costa, Fred Araujo, Judson Feitosa, Juliana Soure e Mariana Rego

Direção de arte: Ronald Teixeira

Assistência de direção de arte: Fabiana Mimura

Iluminação: Elisa Tandeta

Direção musical e trilha original: Fernando Katullo e Tarso Gusmão

Design gráfico: Estudio Cru

Assessoria de imprensa e comunicação virtual: Ricardo Cabral

Fotografia: Andrea Nestrea e Maíra Barillo

Produção: Mariana Borgerth

Realização: Surya Produções e Quesquecé Companhia de Teatro

Idealização: Quesquecé Companhia de Teatro

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário

Lançamento

Lançamento
Escrito por Teresa Montero, biógrafa de Clarice Lispector, com orelha por Sergio Fonta e depoimentos de inúmeros artistas, como Malu Mader e Tony Ramos, Wal Schneider e sua equipe lançam o livro que marca os 10 anos de No Palco da Vida.

Lançamento

Lançamento
A obra trata-se de uma antologia poética que reúne 91 poetas de diversos países que falam o idioma português, como Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique e Portugal, além do Brasil. O livro conta ainda com a quarta capa de Pepetela, o maior escritor de África.

Lançamento

As mais lidas

Super Click

Super Click
crédito: Lia Amorelli

Google+ Nossos Seguidores

Twitter