quarta-feira, 14 de maio de 2014

A partir do dia 21 de Maio o Parque das Ruínas recebe o espetáculo inédito Meios, de Niaze Netto, com direção de Thierry Tremouroux, também ator do premiado espetáculo “Conselho de Classe” em turnê pelo país. O texto conta a história de dois meio-irmãos de família nobre, filhos de um prestigiado embaixador que possui relações com o exército e o governo. Os jovens, mimados, arrogantes e fúteis, cansados de viverem naquela imensa casa no alto do Cosme Velho como fantasmas e sem propósito de vida, resolvem roubar o dinheiro arrecadado num evento beneficente de 07 de setembro de 1963, organizado pelo próprio pai, para arrecadar fundos para construir uma clínica psiquiátrica. Através de uma encenação sofisticada, Meios pretende atingir os mais variados públicos com um tema universalmente conhecido, a falta de moral.

Paulo (Niaze Netto), filho do embaixador com sua segunda mulher, uma ex-copeira de hotel com quem o homem teve um caso, tem a saúde fragilizada por um problema no coração e uma obsessão, atração sexual, por sua meia-irmã. Estella (Priscilla Amorim), filha do embaixador com sua primeira mulher que foi embora para viver na França com uma tia após ficar perturbada com a traição do marido, tem repulsa pelo irmão a quem chama todo o tempo de ‘bastardo’ e não sabe distinguir o certo do errado. É formada advogada, mas se tornou uma mulher promíscua, que se relaciona sexualmente com todos os homens de seu ciclo de amizades, além do caso que teve com o motorista da família. Cristina (Érica Collares Arantes), uma educada e dedicada governanta que se sente em dívida com a família por ter sido acolhida pelo avô dos jovens aos 15 anos de idade sem ter para onde ir. Ela demonstra um carinho especial por Estella que Paulo interpreta como atração sexual, chamando-a de “mulher-homem” e deixando claro seu desprezo e ódio.

“A inspiração e vontade de escrever esse texto veio do filme ‘After Miss Julie’, de Patrick Marber, já adaptação do original ‘Miss Julie’, do August Strindberg’s. A partir daí criei a minha própria Miss Estella e compus os outros personagens”, conta Niaze.

A trama toda se passa no escritório do embaixador, local importante para o chefe da família, onde seu uísque intocável é tocado, onde os cheques e dinheiros seriam guardados, e onde sua cadeira imponente se torna o local de um assassinato. Ao fundo e em diversos momentos, a Sonata nº5 de Vivaldi para violino intensifica a atmosfera de uma família tomada por segredos sujos onde a falta de moral é a característica mais marcante.

A peça quer investigar a natureza humana, seus limites éticos e morais e mostrar o que acontece quando dois jovens abastados, sem carinho e atenção, se encontram numa situação aparentemente inofensiva, mas ao mesmo tempo perversa, que acaba se transformando num acontecimento perigoso, extremo e vil.

O espetáculo ficará em cartaz em curtíssima temporada no Parque das Ruínas, sempre quartas e quintas, às 20h, até o dia 05 de junho.

FICHA TÉCNICA

Texto: Niaze Netto
Direção: Thierry Tremouroux
Elenco: Niaze Netto (Paulo), Priscilla Amorim (Estella) e Érica Collares Arantes (Cristina, a Governanta)
Cenografia: Natália Lana
Figurino: Raquel Theo
Iluminação: Paulo César Medeiros
Direção de Produção: Lívia Borges
Assistente de Direção: Duda Gorter
Produção Executiva: Luísa Pitta
Assistente de Produção: Luciana Serpa
Produção: Dessa Água Beberei Produções

SERVIÇO
Estreia: 21 de maio (quarta-feira), às 20h
Local: Parque das Ruínas (Rua Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa – RJ)
Horário: quartas e quintas, às 20h
Ingresso: R$20,00
Informações: 2224-3922
Bilheteria: a partir das 18h (sexta a domingo)
Gênero: Drama
Duração: 70 minutos
Classificação indicativa: 16 anos
Temporada: de 21 de maio a 05 de junho

Sinopse: Depois de um evento beneficente de 07 de setembro de 1963, organizado pelo pai embaixador, casal de irmãos desajustados resolve roubar o dinheiro arrecadado para recomeçar a vida em outro lugar. A peça quer investigar a natureza humana, seus limites éticos e morais.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário

Lançamento

Lançamento
Escrito por Teresa Montero, biógrafa de Clarice Lispector, com orelha por Sergio Fonta e depoimentos de inúmeros artistas, como Malu Mader e Tony Ramos, Wal Schneider e sua equipe lançam o livro que marca os 10 anos de No Palco da Vida.

Lançamento

Lançamento
A obra trata-se de uma antologia poética que reúne 91 poetas de diversos países que falam o idioma português, como Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique e Portugal, além do Brasil. O livro conta ainda com a quarta capa de Pepetela, o maior escritor de África.

Lançamento

As mais lidas

Super Click

Super Click
crédito: Lia Amorelli

Google+ Nossos Seguidores

Twitter