domingo, 30 de setembro de 2018

O resultado do Edital de Patrocínio – Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) está disponível no site www.bb.com.br/patrocinios. Os projetos selecionados irão compor a programação dos CCBBs de Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP), em 2019 e 2020.

Das 6.562 propostas inscritas, foram pré-selecionadas 451, sendo 112 para realização e 339 para composição do banco de projetos, nas áreas e segmentos de Artes Cênicas, Cinema, Exposição, Música, Ideias e Programa Educativo. Os projetos deverão ser realizados entre 1º de janeiro de 2019 e 31 de dezembro de 2020. As propostas foram analisadas pelo corpo técnico dos CCBBs e por especialistas de mercado e avaliadas com base em critérios pré-determinados e de acordo com valores estratégicos, linha de atuação e eixo curatorial constantes no regulamento do Edital.
Inicia-se, agora, a Fase de Habilitação Jurídica e Regularidade Fiscal e Trabalhista.

“Os projetos selecionados mantêm o viés de excelência da programação dos CCBBs, contribuindo efetivamente para o entretenimento, a valorização da cultura e a apresentação artística de qualidade para um público cada vez mais exigente e atento”, afirma Karen Machado, gerente Executiva da Diretoria de Marketing do Banco do Brasil.

Para a seleção, foram analisados os seguintes atributos: inovação na abordagem, no conceito e/ou na execução; valorização da diversidade, da brasilidade, da cultura e dos valores nacionais e internacionais, bem como de fatos históricos e das manifestações tradicionais e/ou folclóricas; acessibilidade, com possibilidade de formação de público e de fomento a novos talentos.

Aberto em maio deste ano, o Edital identifica projetos a serem patrocinados pelo Banco e demais empresas de seu conglomerado (subsidiárias, coligadas e controladas).

Confira os projetos selecionados: LISTAGEM DE PROJETOS 



sábado, 29 de setembro de 2018

O filósofo e pesquisador Fabiano de Abreu afirma que a perda da credibilidade jornalística é prejudicial para a sociedade e alerta para danos que podem ser irreversíveis para toda a nação.

Devido à proliferação das chamadas "fake news", as pessoas estão zombando do jornalismo, que a cada dia padece da perda da credibilidade. Essa percepção é notória ao andar pelas ruas das cidades, e ao ouvir as pessoas, desde a conversa de bar até os altos círculos acadêmicos.

O filósofo, jornalista e pesquisador Fabiano de Abreu tem monitorado os caminhos tomados pelo jornalismo, e demonstra preocupação: "o que tem-se visto, infelizmente, é a falta de imparcialidade ao transmitir as notícias, o que é preocupante, pois isso está simplesmente destruindo o jornalismo. E quando perde-se a credibilidade do jornalismo, perde-se uma nação”, afirma.

Para Fabiano, não é exagero afirmar que quando a imprensa cai em descrédito, a sociedade cai em decadência: "A imprensa sempre foi responsável por revelar ao grande público a verdade, os esquemas, as negociatas, e trazer à luz tudo que estava oculto, arquitetado nas trevas. Mas agora, na era das fake news, a imprensa tradicional padece, e está sendo vista como caluniosa, ardilosa, e defensora de sua própria agenda, tendenciosa. As pessoas estão perdendo a boa fé na imprensa e nos veículos de comunicação. Hoje, a opinião pública acredita que os jornalistas são infames, e que vale tudo pela audiência, pelos views, pelos cliques, pelo interesse. E isso não pode acontecer”.

O filósofo alerta que, se não houvesse a imprensa, informando e publicando sobre a corrupção, e os esquemas, estamos condicionados a continuar a eleger sempre as mesmas figuras, e assim cometendo os mesmos erros de sempre, devido desconhecimento: “o jornalismo existe para entregar à população a verdade que lhes é ocultada, negada. Graças ao que tem sido trazido à luz pela imprensa, movimentos espontâneos de cidadãos contra a corrupção tem tomado cada vez mais forma e voz ativa. Se a imprensa se calar, for censurada, ou pior, perder a sua credibilidade, as consequências serão catastróficas. Imagine noticiarmos algo, sobre uma personalidade, um político, denunciar um esquema, e a população desacreditar? Assim teremos uma sociedade entregue ao ceticismo, que observará a tudo estóica, inanimada”.

Fabiano alerta que é preciso que o jornalista seja imparcial, e não defenda suas bandeiras ideológicas e políticas ao noticiar os fatos:”tudo bem que existe o jornalismo opinativo, onde âncoras e figuras de destaque dão sua opinião sobre um fato já noticiado, o que é muito comum nos Estados Unidos por exemplo. Mas o que não pode é que a notícia em si já venha processada, carregada da visão e opinião de um jornalista, pois isso é privar quem está do outro lado de receber a notícia apenas pelo que ela é, e assim impedir que se tenha a oportunidade de processar a informação , de formar juízo e opinião própria sobre o tema, sem doutrinação, sem manipulação. As pessoas estão cansadas de serem induzidas, e cada vez mais tem rejeitado isso”.

Em suas considerações finais, Fabiano de Abreu faz um apelo ao retorno da imparcialidade no jornalismo, antes que seja tarde demais: "É preciso que a imprensa retome seu papel de informar, imparcialmente, afim de resgatar a credibilidade e devolver ao público a capacidade de formar sua própria opinião, de livre pensamento, antes que as pessoas se cansem da imprensa tradicional e procurem definitivamente outros meios de obter informação. Não se pode assumir que as pessoas são estúpidas e que não tem percepção das coisas, isso está longe de ser verdade. Como nos versos da famosa banda britânica Pink Floyd, na canção Another Brick in the wall: “Nós não precisamos de educação. Nós não precisamos de controle de pensamento… professor deixe a nós crianças em paz”.

quinta-feira, 27 de setembro de 2018

O grupo de compositores Prelúdio 21 recebe, neste mês de setembro, o duo composto pela pianista Lúcia Barrenechea e o violoncelista Hugo Pilger. 

Os intérpretes, além de serem expoentes nos seus instrumentos, têm um notável trabalho dedicado à música de câmera contemporânea. Em sua série no Centro Cultural da Justiça Federal, o concerto com entrada gratuita será neste sábado, dia 29 de setembro, às 15h. Os concertos da série “Prelúdio 21 – Música do Presente” acontecem sempre no último sábado de cada mês.

Prelúdio 21

Sete compositores se reuniram em 1998 com o intuito de divulgar sua música e a música erudita contemporânea em geral, através da organização de recitais e de palestras abertas ao público com compositores brasileiros e estrangeiros para apresentarem seus trabalhos, visando o intercâmbio de experiências. De lá pra cá, o grupo amadureceu e se estabeleceu como um dos mais importantes grupos de música contemporânea do país, virando referência internacional. Desde 2008, o Prelúdio 21 realiza sua série de concertos no Teatro do Centro Cultural Justiça Federal, com uma média de público de 70 pessoas por concerto, com um total de mais de 600 espectadores por temporada. A série se estabeleceu como a mais importante da música contemporânea brasileira. Neste ano, a série terá ainda outros oito concertos, sempre no último sábado de cada mês, às 15h, até novembro. Em dezembro, o concerto de encerramento será no segundo sábado do mês, dia 10.

A série se destaca como a única permanente de música contemporânea na cidade do rio de janeiro, e vem sendo considerada uma das mais importantes do Brasil. O grupo já foi objeto de artigo na revista científica “Hodie” (“Grupo Prelúdio 21 – Uma Perspectiva”) que estuda justamente sua série que acontece há 8 anos ininterruptos no Centro Cultural Justiça Federal. Em 2012, o grupo foi indicado ao Grammy Latino com o seu CD “Prelúdio 21 – Quartetos de Cordas”, na categoria “Melhor Álbum de Música Clássica”.

O grupo segue sua trajetória com importantes resultados já apresentados como temporadas com mais de 1000 espectadores e concertos em espaços como o Theatro Municipal do Rio de Janeiro, a Sala Cecília Meireles e Oi futuro, além da já consagrada série no Centro Cultural Justiça Federal.

SERVIÇO:

29/09 – sábado – Prelúdio 21 convida Lucia Barrenechea e Hugo Pilger

Horário: 15h

Centro Cultural Justiça Federal – Teatro

Av. Rio Branco, 241 – Centro

Tel. (21) 3261-2550

Entrada Franca – Distribuição de senhas meia-hora antes

Classificação Livre

Programa:

Águas-vivas | Caio Senna

Imagens | Alexandre Schubert

Introspecções II | J. Orlando Alves

Pares | Sergio Roberto de Oliveira

Escrito no Vento, Escrito na Pedra | Marcos Lucas

Aglomeração | Neder Nassaro

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Organizador de Eventos
Senac Botafogo

Turma 1
Carga horária: 160 h
Início: 11/09/2018 - Término: 19/02/2019
Turno: Noite - 18:00/22:00
Dias de aula: 3ª,5ª
Valor: 8x de R$174,88

Turma 2
Início: 06/11/2018 - Término: 18/04/2019
Turno: Noite - 18:00/22:00
Dias de aula: 3ª,5ª
Valor: 8x de R$174,88

Senac Petrópolis
Início: 22/10/2018 - Término: 15/02/2019
Turno: Manhã - 08:00/12:00
Dias de aula: 2ª,4ª,6ª
Valor: 6x de R$199,84

Iniciativa é válida para todos os espetáculos e shows pagos das unidades do
estado do Rio de Janeiro. Doações serão encaminhadas para mais de
300 instituições parceiras do Mesa Brasil Sesc 

RIO DE JANEIRO - Quem não é estudante ou está longe dos 60 também pode ter 50% de desconto em todas as atrações culturais pagas da rede Sesc RJ no estado do Rio de Janeiro. Toda pessoa que doar 1 kg de alimento não-perecível na compra de ingresso para qualquer atividade cultural da instituição ganhará desconto de 50% sobre o valor total. A partir de setembro, quem doar o alimento consegue pagar metade do valor total do ingresso, independente se é estudante, idoso ou outro beneficiário de meia-entrada. A iniciativa é válida em todos os espetáculos e shows pagos das unidades do Sesc RJ do estado do Rio de Janeiro.

Isso significa que, se você já possuir algum direito à meia entrada, com 1 kg de alimento pagará 25% do total do ingresso. Sendo comerciário, os descontos se acumulam e o valor final é de 12,5% do total. O público em geral também se beneficia, pagando metade do tíquete em questão. Atualmente, os ingressos custam R$ 30,00 (inteira) | R$ 15,00 (meia-entrada) | R$ 7,50 (associado Sesc).

A iniciativa é uma parceria com o Mesa Brasil Sesc, programa social que visa minimizar os efeitos da fome e do desperdício, e consiste em recolher produtos alimentícios em perfeitas condições de consumo e entregá-los a mais de 300 instituições sociais parceiras. Além das doações, as entidades também recebem mensalmente ações educativas com o objetivo de ensinar o aproveitamento integral de alimentos, com a utilização de cascas, sementes e talos, na elaboração de receitas nutritivas e saborosas. Atualmente, são beneficiadas pelo ‘Mesa Brasil Sesc’ mais de 50 mil pessoas em 33 municípios fluminenses.

Ampliando benefícios à população

Diversos benefícios oferecidos pelo Sesc RJ aos trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo do estado do Rio de Janeiro passaram a ser extensivos aos seus netos e avós. A novidade está na atualização das regras para a habilitação dos trabalhadores, que antes podiam ter como dependentes apenas cônjuges, parentes de primeiro grau e alguns casos especiais.

Com a mudança, o Sesc RJ pretende ampliar o acesso de trabalhadores do setor aos seus serviços, que são gratuitos ou tem preços populares mediante apresentação do Cartão Sesc RJ. Com o cartão em mãos, o usuário tem amplo acesso com desconto a atividades de Educação Infantil, cursos de idiomas, esportes, atividades de condicionamento físico (academias de musculação, pilates, ginástica, etc.), piscinas, odontologia, turismo social, hotelaria e todos os espetáculos de teatro, música e dança.

Para solicitar habilitação para si e para seus dependentes, os trabalhadores devem procurar uma das 18 unidades na Capital, Região Metropolitana e Interior levando documentos pessoais e profissionais. O endereço das unidades, a documentação necessária e as regras para a habilitação de titulares e dependentes estão em www.sescrio.org.br. O cartão fica pronto na hora e não tem custo.

UNIDADES SESC RJ

Capital

Copacabana: Rua Domingos Ferreira, 160

Engenho de Dentro: Av. Amaro Cavalcanti, 1661

Madureira: R. Ewbanck da Câmara, 90

Santa Luzia: R. Santa Luzia, 685 - Centro

Tijuca: Rua Barão de Mesquita, 539

Ramos: Rua Teixeira Franco, 38.

Teatro Sesc Ginástico*: Av. Graça Aranha, 187 – Centro

*Os Cartões Sesc dão desconto também para espetáculos no Teatro Sesc Ginástico, mas para solicitar o documento é preciso procurar a unidade Santa Luzia

Região Metropolitana

Niterói: Rua Padre Anchieta, 56 – Centro

São Gonçalo: Av. Pres. Kennedy, 755 – Estrela do Norte

Duque de Caxias: R. General Argolo, 47 - Jardim 25 de agosto

Nova Iguaçu: Rua Dom Adriano Hipólito, 10 – Moquetá

São João de Meriti: Av. Automóvel Clube, 66 - Centro

Interior

Barra Mansa: Av. Tenente José Eduardo, 560 – Ano Bom

Campos: Av. Alberto Torres, 397 – Centro

Nogueira (Petrópolis): Estrada do Calembe 2.000

Quitandinha (Petrópolis): Av. Joaquim Rolla, n º 2

Nova Friburgo: Av. Pres. Costa e Silva, 231 – Centro

Teresópolis: Av. Delfim Moreira, 749 – Várzea

Três Rios: Rua Nelson Viana, 327 – Centro


quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Trio Aquarius -  crédito JO VICENTE
Flávio Augusto (piano), Ricardo Amado (violino) e Ricardo Santoro (violoncelo) encontraram-se pela primeira vez em 1991, e, desde então, vêm desenvolvendo ininterruptamente um trabalho de alta qualidade, que coloca o Trio Aquarius entre os melhores e mais destacados conjuntos de câmara do Brasil.

Logo em seu primeiro ano de existência, o Trio Aquarius obteve o terceiro lugar no mais importante concurso de música erudita do Brasil, o Prêmio Eldorado de Música – SP. Desde então, sua carreira tomou grande impulso, destacando-se suas apresentações à frente da Orquestra Sinfônica Brasileira e da Orquestra Sinfônica de Campinas, quando executaram o Concerto Tríplice de Beethoven. Em 1999, o Trio Aquarius foi o grande vencedor do II Concurso Nacional de Música de Câmara "Henrique Nirenberg", realizado na Escola de Música da UFRJ

Com um repertório que inclui clássicos do século XVIII até compositores contemporâneos, o Trio Aquarius tem como um de seus principais objetivos a divulgação da música brasileira de todas as épocas. Para tanto, já gravou dois CDs, com obras de Nestor de Hollanda Cavalcanti, Villani-Côrtes, Henrique Oswald, Guerra-Peixe e Francisco Braga.

Na Alemanha, o Trio Aquarius se apresentou em Hannover - representando o setor cultural do Brasil na EXPO-2000 - e na “Haus Der Kulturen Der Welt”, em Berlim, em concertos com transmissão ao vivo para vários países da Europa pela televisão. Nos Estados Unidos, participou de uma turnê por quatro cidades, levando a música brasileira a Nova York, Washington, Denver e Selinsgrove.

Em 2009, o Trio Aquarius foi o trio escolhido pela direção do Museu VillaLobos para fazer a inédita integral no Brasil dos trios de Heitor Villa-Lobos, dentro das comemorações oficiais do 50º aniversário de morte do maestro, na Sala Cecília Meireles.

Em 2011, o compositor Edino Krieger dedicou a sua obra “Trio Tocata” ao Trio Aquarius, que fez a estreia mundial na 19ª Bienal de Música Brasileira Contemporânea do mesmo ano

08/09, sábado – Trio Aquarius

Local: Centro da Música Carioca

Horário: 17h

Ingressos: R$40,00 (inteira) / R$20,00 (meia-entrada)

Rua Conde de Bonfim, 824 - Tijuca - Rio de Janeiro - RJ (21) 3238-3831

Programa:

J. HAYDN - TRIO EM SOL MAIOR, Hob. XV: 25

EDINO KRIEGER - SONATINA*

EDINO KRIEGER - TRIO TOCATA**

E. VILLANI-CÔRTES - CINCO MINIATURAS BRASILEIRAS

A. PIAZZOLLA - PRIMAVERA PORTENHA

*Transcrição para trio de Flávio Augusto **Música dedicada ao Trio Aquarius
Inspirado em confissões privadas do diretor sueco Ingmar Bergman, peça faz parte da programação do Sesc RJ em celebração ao centenário de nascimento do cineasta.
Espetáculo fez sua estreia mundial no Brasil

Sesc Copacabana, Sesc Nova Iguaçu e Sesc São João do Meriti receberão mostra com nove filmes icônicos do diretor

RIO DE JANEIRO - “A Bergman Affair” – concebido pelo ator e diretor francês Serge Nicolaï e pela atriz italiana Olivia Corsini, ambos da companhia The Wild Donkeys – terá sua estreia mundial no Rio de Janeiro, nos palcos do Sesc Ginástico, no dia 5 de setembro. Também como parte da programação do Sesc RJ para celebrar o centenário de nascimento do cineasta sueco Ingmar Bergman, entre os meses de setembro e outubro, três unidades do Sesc RJ (Copacabana, Nova Iguaçu e São João do Meriti) receberão mostra com nove filmes icônicos do diretor.

Livremente inspirado no romance de Ingmar Bergman “Confissões Privadas”, levado à tela em 1996, sob direção de Liv Ullmann, o espetáculo combina de maneira fluida múltiplas expressões artísticas como teatro, dança e vídeo. O trabalho físico praticado com os atores é inspirado no Bunraku - tradicional teatro de fantoches japonês-, em que o próprio corpo do ator é o boneco. O corpo não pertence mais ao ator, mas ao seu «manipulador».

Anna é uma típica heroína bergmaniana: uma mulher de quarenta anos que fala sucessivamente com seu pastor, seu marido, seu amante e sua mãe. No espetáculo, os atores são guiados por um dançarino e uma dançarina. Com abordagem original, por vezes psicanalítica, “A Bergman Affair” profunda os corrosivos jogos amorosos adultos, num fluxo descontrolado de palavras e imagens que põem à prova a razão e fazem com que os sentidos sejam livremente aflorados como nos sonhos.

As obras de Bergman são notórias justamente por não serem de rápida compreensão e por contatem com roteiros calcados em dramas familiares e existenciais com tintas fortemente carregadas. Engana-se quem, à primeira vista, vê apenas o silêncio, não enxergando além das pausas as interpretações possíveis.

Na maioria das vezes fala-se de morte, doença, vida sem Deus e amor no sentido amplo. Mas o que busca ilustrar é a dificuldade das relações entre os seres humanos. O cerne da questão é como alguém consegue se expressar, se comunicando e, dessa forma, como consegue ser ouvido e viver junto?

“A Bergman Affair" é a montagem de estreia da Companhia The Wild Donkeys compondo o processo de concepção da obra que tem sua estreia mundial nessa turnê no Brasil nas cidades do Rio de Janeiro, Brasília e Porto Alegre.

Mostra “O Lobo À Espreita – Uma Homenagem Ao Centenário De Ingmar Bergman”

A mostra “O Lobo À Espreita – Uma Homenagem Ao Centenário De Ingmar Bergman” leva, ao longo do mês de setembro, nove filmes dirigidos pelo cineasta para o Sesc Nova Iguaçu e Sesc São João do Meriti. Em outubro, será a vez da mostrar chegar ao Sesc Copacabana. Os filmes apresentados serão: O Sétimo Selo, Morangos Silvestres, Persona, A Hora Do Lobo, Vergonha, Face A Face, Sonata De Outono, Fanny E Alexander e Na Presença De Um Palhaço (programação completa em anexo). No panorama do cinema mundial, Ingmar Bergman influenciou mais do que foi influenciado. Seu estilo é inconfundível, marcante: diálogos densos, câmera que penetra rostos e os revelam, em especial os das mulheres.


As atrizes foram suas grandes estrelas, e para elas dedicou personagens extremamente sensíveis e eloquentes. Ao longo da sua carreira, acumulou mais de trinta longas produzidos entre as décadas de 1940 e 2000. Além dos filmes que fez para o cinema, Bergman também produziu material para televisão e teatro. O Sesc RJ não poderia deixar de lembrar deste que foi um dos grandes ícones não só do cinema como da cultura mundial do século 20 e oferecer, gratuitamente, a oportunidade de o público conferir a obra de um expoente do cinema mundial.

Serviço
Programação em Comemoração ao Centenário de Ingmar Bergman
A Bergman Affair
Local: Sesc Ginástico
Dias: 5 e 6 de Setembro
Horário: 19h

Valores: R$ 30 (INTEIRA)/ R$ 15 (MEIA ENTRADA)/ R$ 7,50 (ASSOCIADOS SESC RJ)

Ficha técnica
A Bergman Affair

Direção: Serge Nicolaï / Colaboração artística: Gaia Saitta / Elenco: Olivia Corsini, Stephen Szekely, Gérard Hardy, Andrea Romano e Serge Nicolaï / Adaptação: Serge Nicolaï, Clément Camar-Mercier e Sandrine Raynal Paillet / Cenografia: Serge Nicolaï / Criação de luz: Elsa Revol / Criação de som: Emanuele Pontecorvo / Criação de vídeo: Igor Renzetti / Direção técnica: Guiliana Rienzi / Administração: Éric Favre / Comunicação: Valentina Bertolino / Produção: Cie The Wild Donkeys / Com a colaboração de Porto Alegre em Cena, Théâtre du Soleil e Les Subsistances – Lyon France, La Corte Ospitale - Italie, Il Funaro Centro Culturale - Italie, L’Aria-Corse / Como parte de "Ingmar Bergman - 100 anos – Ingmar Bergman Foundation” / Recomendação etária: 16 anos / Duração: 90min

sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Interessados terão oportunidade de aprimorar técnicas de fotografia nas unidades de Botafogo, Copacabana e Bonsucesso

RIO DE JANEIRO - O Senac RJ promove ainda no mês de agosto e em setembro workshops de fotografia para quem busca aprofundar seus conhecimentos na área. As aulas nas unidades de Bonsucesso e Botafogo serão voltadas à Fotografia Beauty (Beleza) e na unidade Copacabana de Food Foto (Fotografia de Gastronomia), incluindo orientação técnica e muita experiência prática. Os interessados devem se inscrever diretamente na unidade. As vagas são limitadas.

No workshop Foto Beauty, os participantes aprendem conceitos básicos de fotografia de beleza como equipamentos fotográficos (celulares e câmeras), modos de captura, como dirigir o(a) fotografado(a)/modelo, os cuidados a se pensar no enquadramento entre outros conceitos. A aula na unidade do Senac Bonsucesso será aos sábados, das 9h às 13h, enquanto no Senac Botafogo ocorrerão às quartas-feiras, entre 13h e 17h.

Já o workshop Food Foto é essencialmente prático e nele os participantes aprendem conceitos básicos de fotografia de gastronomia como equipamentos fotográficos (celulares e câmeras), como produzir o cenário para potencializar o produto a ser fotografado, cuidados com o enquadramento etc... As aulas ocorrerão na unidade do Senac Copacabana, com início no dia 6 de setembro, sábado, das 9h às 13h.

Nos encontros, os alunos receberão orientações técnicas e práticas, seguindo a metodologia de ensino da instituição, para aprimorar a captação de imagens. Após a conclusão do workshop, o aluno terá conhecimentos introdutórios de fotografia com celular e estará apto a desenvolver um portfólio fotográfico de forma mais criativa e melhorar consideravelmente a apresentação das imagens produzidas com conceituação, técnica e com tratamento adequado.

Senac RJ
O Senac RJ possui 39 unidades em todo o estado do Rio e é uma instituição de ensino que atua há 70 anos na profissionalização de mão de obra para o setor do Comércio de Bens, Serviços e Turismo no Estado do Rio. Atualmente, é referência na oferta de cursos profissionalizantes, tendo atingido a marca de 70% de empregabilidade nos últimos anos, e investe fortemente em inclusão social por meio de qualificação profissional para o mercado de trabalho.

Serviço

Workshop de Fotografia

Foto Beauty

Senac Bonsucesso
15/09/2018 SÁB - 09:00/13:00

Senac Botafogo

05/09/2018 4ª - 13:00/17:00

Valor do curso: R$ 199,00

Food Foto
Senac Copacabana

06/10/2018 SÁB - 09:00/13:00

Valor do curso: R$ 199,00

Lançamento

Lançamento
Escrito por Teresa Montero, biógrafa de Clarice Lispector, com orelha por Sergio Fonta e depoimentos de inúmeros artistas, como Malu Mader e Tony Ramos, Wal Schneider e sua equipe lançam o livro que marca os 10 anos de No Palco da Vida.

Lançamento

Lançamento
A obra trata-se de uma antologia poética que reúne 91 poetas de diversos países que falam o idioma português, como Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau, Moçambique e Portugal, além do Brasil. O livro conta ainda com a quarta capa de Pepetela, o maior escritor de África.

Lançamento

As mais lidas

Super Click

Super Click
crédito: Lia Amorelli

Google+ Nossos Seguidores

Twitter